PROPOSTAS DA PASTORAL DA EDUCAÇÃO – FEVEREIRO DE 2018

(As escolas aproveitem o que lhes parece viável, envolvendo várias disciplinas e/ou a secretaria. Temas religiosos não são pensados para o Ensino Religioso que tem seus próprios subsídios. Tudo é pensado para um trabalho evangelizador em conjunto.)

O ano 2018 será novamente para nós um ano de eleições. Talvez poucas vezes houvesse um quadro tão desanimador para a escolha de candidatos competentes e de “ficha limpa”. As eleições necessitam, pois, de muita reflexão crítica e orações de todos nós.

O início do ano letivo merece um momento espiritual para fundamentar nossa ação pedagógica onde tem os verdadeiros alicerces, para que nossa casa não seja derrubada pelas chuvas e enxurradas.
Queremos propor mais uma vez uma pergunta referente às férias escolares: “Nestas férias eu vivenciei algum crescimento espiritual?”
Lembramos também que as diversas denominações religiosas costumam organizar no mesmo ritmo do ano letivo suas catequeses e escolas dominicais. Os professores pode estimular seus alunos a participarem. Isso os fará crescer e amadurecer.

2/2 Dia do Religioso
Religioso é chamado aquele/a que doou sua vida a Deus, se consagrou a Deus. É a vontade de já iniciar a vida no Reino de Deus, vivendo em comunidade (como fraternidade de irmãos ou irmãs, frades e freiras) a serviço do Reino de Deus naqueles que encontramos, especialmente os mais excluídos. Felizes os que são chamados para esta forma de vida e vivem com fidelidade esta vocação.

11/2 Dia mundial do enfermo
Podemos olhar mais de perto os agentes de saúde, postos de saúde, agentes de endemias e hospitais. Uma obra de misericórdia é a visita aos doentes. É bom lembrar quando estávamos doentes e alguém nos visitou. Como nos sentimos?

13/2 Carnaval
Sempre mais aparecem também opções de recolhimento, convivência em pequenos grupos, também com elementos carnavalescos. Faz parte da maturidade humana, saber brincar. Brincar onde? Com quem? Sempre com aquele respeito pelos outros. Assim já vamos viver o tema da Campanha da Fraternidade deste ano: FRATERNIDADE E SUPERAÇÃO DA VIOLÊNCIA, e o lema: VÓS SOIS TODOS IRMÃOS (Mt 23,8).
No texto Base da CF lemos na pág. 15: ”O tema da violência, da superação da violência e, por isso, da segurança tornou-se uma das principais realidades a serem discutidas tem inspirado diversas formas de políticas públicas. Ao longo da década de 1990, por exemplo, cresceu significativamente o acesso aos equipamentos e aos serviços privados de proteção. O recurso a esse modelo se deve, entre outras razões, à constatação do fracasso ou da insuficiência dos meios empregados pelo Estado no enfrentamento a no controle da criminalidade. Todavia, essa aparente proteção também aumenta, colateralmente, o isolamento. Mantém-se à distância não só o potencial inimigo, mas também o amigo.
Esse distanciamento impede o confronto necessário e benéfico com o outro, abrindo portas para o estranhamento e o ódio contra quem pensa ou é diferente. O “outro” converte-se, então em mais uma ameaça à sensação individual de segurança.
Apesar de possuir menos de 3% da população mundial, nosso país responde por quase 13% dos assassinatos do planeta. (59.627 em 2014)

16/2 Dia do repórter (todos os repórteres são jornalistas, mas nem todos os jornalistas são repórteres. Podem ser feitas experiências práticas dentro e fora da escola.

27/2 Dia Nacional do Livro Didático
Quem da turma tem seus livros melhor conservados? Porque conservar?

Vós sois todos irmãos

 

Para imprimir ou fazer download clique aqui!